Quando a camisa da banda entorta varal

No futebol, a expressão “camisa que entorta varal” se refere a time grande, tradicional e cheio de história cuja camisa é considerada “pesada”. Isso quer dizer que ela praticamente entra em campo sozinha, decide jogos só com suas cores e seu distintivo, provoca respeito imediato. Por exemplo: a final da Libertadores entre River e Boca … Continue lendo Quando a camisa da banda entorta varal

O last.fm é a única rede social que importa

Imagine uma rede social onde só se fala de música. Onde os relacionamentos se formam a partir da compatibilidade do gosto musical. Todo mundo sabe o que o outro costuma ouvir. É raro ter uma briga, no geral são apenas pequenas discordâncias musicais. Não tem ninguém discutindo religião, futebol ou política. Familiares permanecem unidos, mesmo … Continue lendo O last.fm é a única rede social que importa

O que o Brasil tem a aprender com o Manic Street Preachers

“Para compreender seu país, você deve compreender a si mesmo.” (“Misguided Missile”, 2014) Em abril deste ano, a banda galesa Manic Street Preachers lançou seu 13º álbum, “Resistance is Futile”. O trabalho foi  influenciado, entre outras coisas, pelo recente Brexit que abalou o Reino Unido. “É um álbum inspirado pelas pessoas e pelo espírito humano, … Continue lendo O que o Brasil tem a aprender com o Manic Street Preachers

Autoajuda por quem entende do assunto

Em 2007 eu gravei uma coletânea do Bruce Springsteen para alguns felizardos amigos, acompanhada de verbetes explicativos de cada faixa. Ninguém deu muita bola pra ela, mas como encontrei o arquivo no computador, resolvi compartilhar. Se fosse feita hoje, a coletânea teria algumas músicas diferentes ("Independence Day", "Bobby Jean" e algumas do "Magic" que foi … Continue lendo Autoajuda por quem entende do assunto